Dia de mudança

Que a gente precisava crescer, bom, a gente precisava mesmo. Duas máquinas industriais enormes e pesadíssimas, muita matéria-prima, a gente foi crescendo nesses dois anos quase sem se dar conta, já não cabíamos mais no quarto de empregada/ quintal/ lavanderia. Comecei a procurar um salão comercial. Mas nessa São Paulo especulada, cinco mil reais é o que custa qualquer lugar sujo, feio e pequeno numa rua suja, feia e pequena (tô brava). E cinco mil reais de despesa fixa pra uma empresa que acabou de nascer, não precisa ser nenhum gênio do empreendedorismo pra saber que é o maior tiro no pé. Então engoli meu orgulho, pedi licença ao filho e fiz da sala de casa, oficina de costura. E depois, convenhamos – quem precisa de sofá com o tanto de trabalho que se tem a fazer?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s